5 assassinatos que mudaram os rumos da história

Desde que o rei moabita Eglom foi esfaqueado até a morte, sentado no próprio trono em 1200 a.C (Juízes 3: 12-30) - e provavelmente muito antes disso -  líderes políticos tem sido assassinados por várias razões. Quase sempre, eles foram mortos por serem considerados uma ameaça para outros interessados no poder, ou por causa de alguma posição política controversa que tomaram; mas às vezes, a razão pode ser tão trivial quanto a busca por vingança ou o desejo do assassino de ser famoso.

Em qualquer caso, geralmente estes assassinatos são apenas simples notas de rodapé na história, mas, ocasionalmente, alguns deles causaram um impacto profundo sobre não apenas uma nação, mas sobre os rumos da história em si. Então, quem foram essas pessoas cujas mortes tiveram imensa repercussão na formação do mundo?

Os candidatos ao Prêmio Puskas de 2014

Conheça os 10 concorrentes ao Prêmio Puskas desse ano. O Prêmio FIFA Ferenc Puskas foi criado em 20 de Outubro de 2009 pela FIFA a fim de premiar o jogador ou jogadora, que marcou o gol mais bonito do ano.

O nome da premiação é uma homenagem a Ferenc Puskas Birô, o capitão da equipe da Hungria, conhecidos como Os Mágicos Magiares dos anos 1950 e jogador central da equipe do Real Madrid, da década de 1960. Veja os dez gols escolhidos pela FIFA e deixe o seu voto!

7 provas de que Hitler era protegido por forças sobrenaturais

Se você tem curiosidade em saber se  existe uma combinação de acontecimentos estranhos que moldou o mundo moderno, talvez queira dar uma olhada mais de perto na vida de Hitler e na história da ascensão dele ao poder. Não foram poucos os encontros de Hitler com a morte, mas ele, de forma quase miraculosa, conseguiu sair vivo de todos. É como se forças sobrenaturais protegessem o líder do Terceiro Reich.

Síndrome de Cotard – a doença que transforma pessoas em zumbis

Em 1880, uma mulher de meia-idade fez uma visita ao neurologista francês Jules Cotard, queixando-se de uma situação incomum. Ela tinha certeza que estava “sem cérebro, sem nervos, sem tórax, sem estômago, sem intestinos”. Senhorita X, como Cotard apelidou a paciente em suas notas, disse ao médico que julgava ser “apenas um corpo em decomposição”. Ela não acreditava na existência de Deus, nem de Satanás, tampouco contava ter uma alma. Como “não podia morrer de morte natural”, não tinha “necessidade de comer”,  eram outras afirmações da estranha mulher. Mais tarde, a Senhorita X morreu de fome.

5 casos de pessoas que continuaram vivas depois de serem decapitadas

Perder a cabeça de modo literal, equivale a morrer. Ponto final. Por essa razão, a decapitação foi, e, em alguns lugares ainda é, uma das formas mais populares de se aplicar a pena capital. Apesar da comprovada eficácia desse método, há casos registrados na história de pessoas que continuaram conscientes,  mesmo depois de terem a cabeça separada do corpo. Por alguns segundos, elas tiveram a oportunidade de sentir o que é ser uma cabeça sem um corpo, ou um corpo sem uma cabeça Confira!

3 de maio de 1500 - A verdadeira data do descobrimento do Brasil?

Nem sempre o descobrimento do Brasil foi comemorado no dia 22 de abril. Logo depois da proclamação da República e até a Revolução de 30, o evento, que era feriado nacional, celebrava-se no dia 3 de maio. Isso quer dizer que havia outro entendimento sobre a data em que as caravelas de Cabral chegaram a Porto Seguro? Exatamente. E significa também que a história não é uma disciplina estática.

Fotos em cores da Alemanha nazista antes da Segunda Guerra Mundial

O Partido Nazista não era apenas uma organização política, era uma máquina de propaganda psicológica. Os nazistas tinham um incrível senso de estética e compreendiam plenamente o poder da iconografia e do branding. Os símbolos e cores do nazismo foram todos cuidadosamente orquestrados para alcançar o máximo efeito psicológico. Não havia nada de acidental na estrutura da suástica ou no uso de cores específicas, como o vermelho, o branco e o preto. As longas e drapeadas bandeiras, os estandartes com as águias romanas e com folhas douradas; tudo era projetado para evocar imagens de força, potência e conexão com a história.

Em busca dos seres vivos mais velhos da Terra

Durante anos, Rachel Sussman viajou pelo mundo em busca dos seres vivos mais antigos da Terra, em um grande projeto artístico que uniu ciência e fotografia. Os organismos  para serem fotografados por Rachel,  tinham que cumprir  dois requisitos: ter mais de 2.000 anos, um número definido por ela, e, obviamente, precisavam estar vivos.

O presidente americano que desejava mutilar as crianças alemãs

Em 11 de novembro de 1918 às onze horas, terminava oficialmente a Primeira Guerra Mundial. Aquele dia trouxe o tão esperado e necessário alívio para milhões de pessoas, que sofreram na pele o impacto do sangrento conflito. Mas também houve os que  lamentaram profundamente o fim das operações de combate, isso pode soar estranho,  mas acredite, não foram poucos.

A carta de suicídio de Kurt Cobain

Segundo a Wikipédia, Tom Grant, mais conhecido por sua teoria não comprovada de que Kurt Cobain foi assassinado, teve acesso ao bilhete de suicídio de Cobain, enquanto trabalhava para Courtney Love, a esposa do músico. Grant usou sua máquina de fax para fazer uma fotocópia da carta, que desde então tem sido amplamente divulgada.

Aramaico, a língua falada por Jesus corre risco de morrer

Qaraqosh, Tel Kepe e Karamlesh são apenas três das cidades iraquianas nas planícies de Nínive capturadas no início de agosto pelo Estado Islâmico, mas elas representam a última grande concentração de falantes do aramaico no mundo. Avançando a nordeste de Mosul, na direção do Curdistão, o exército jihadista agora ocupa o centro antigo do  Iraque cristão. De acordo com funcionários da ONU, cerca de 200 mil cristãos fugiram de suas casas nas planícies de Nínive, na noite de 6 de agosto, com medo de serem expulsos, mortos, ou forçados a se converter pelas forças do Estado Islâmico. Um arcebispo local, Joseph Thomas, descreveu a situação como "catastrófica, uma crise além da imaginação."

Quando as mulheres não usavam calcinhas

Em 1717, Pedro I, Czar da Rússia, visitava Paris; certa manhã, quando ele passeava por uma rua movimentada, uma mulher escorregou e caiu de costas com as pernas para cima bem na frente de seu cavalo. O Czar, observando atentamente as belas pernas parisienses, comentou com malícia: "As portas do Paraíso se abrem", enquanto a francesinha tentava se recompor.

Hitler ordena ataques contra navios brasileiros


Uma estratégia naval supervisionada pelo próprio Adolf Hitler resultou no ataque generalizado de submarinos alemães a navios mercantes brasileiros junto à nossa costa nos primeiros oito meses de 1942, quando o governo Getúlio Vargas ainda persistia em manter-se neutro na Segunda Guerra Mundial. Documentos do Tribunal de Nuremberg guardados no Arquivo Histórico do Itamaraty mostram que o Führer autorizou pessoalmente o uso da força contra embarcações do Brasil em maio daquele ano, por considerar os brasileiros em guerra contra o Reich.

Operação Brother Sam: Golpe de 1964 teve apoio dos EUA


A Operação Brother Sam foi um movimento da Marinha norte-americana em apoio aos militares que derrubaram o presidente João Goulart, no dia 31 de março de 1964. Quando as tropas lideradas pelo general Olímpio Mourão Filho se deslocaram de Minas Gerais para o Rio de Janeiro, na madrugada do dia 31, havia receio, por parte dos Estados Unidos, de que o golpe falhasse ou que as forças que apoiavam Goulart - inclusive militares - ensaiassem algum tipo de resistência.

Nada disso, contudo, aconteceu. O golpe foi bem-sucedido e, da parte do governo, não houve qualquer tentativa de se opor aos golpistas, embora o presidente tivesse sido pressionado por seus apoiadores a ter um papel mais ativo com relação ao levante. Jango, porém, diante da vitória militar, optou pelo exílio no Uruguai.

10 fotografias icônicas da Segunda Guerra Mundial


Feliz é o homem que pode olhar para as guerras à distância. Distância no tempo, distância no espaço. Nesse contexto, talvez tenhamos o espírito tomado pelas lágrimas, porque não somos indiferentes à dor alheia, mas nem de longe podemos vislumbrar todo o horror, o sofrimento, a humilhação dos que viveram e dos que ainda vivem a tragédia da guerra.

A canção profética de Jimi Hendrix

Castles Made of Sand,  faixa de Bold as Love,  segundo álbum do lendário guitarrista e compositor Jimi Hendrix, é uma observação perspicaz, porém melancólica, sobre a natureza temporária da existência. A primeira parte da canção  fala de um relacionamento romântico em ruínas por causa do alcoolismo, sem dúvida, uma referência ao tempestuoso caso de amor entre Hendrix e Kathleen Mary Etchingham, que também inspirou "The Wind Cries Mary". A segunda parte é sobre um valente índio assassinado em um ataque surpresa enquanto dormia, na véspera de sua primeira batalha. A música termina falando sobre uma menina deficiente que encontra consolo ao decidir acabar com sua vida arruinada e amargurada.