http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

10 Confrontos Mortais nos Oceanos

Os cientistas afirmam que a vida na Terra, surgiu nos oceanos. Realmente, nos mares a vida explode em mil formas e cores. Contudo, a morte também ronda impiedosa; predadores poderosos vasculham os oceanos em busca de suas vítimas e quando as encontram, quase sempre a batalha é sangrenta. Outras vezes , o caçador vira caça e o ciclo da natureza segue seu curso. Veja nessa postagem, confrontos mortais dos nossos oceanos! 

10 – Medusas Vs Tartarugas

As medusas estão entre as mais mortais criaturas dos oceanos. Seus tentáculos venenosos, que podem atingir medidas assustadoras ( mais de 20 metros) matam quase tudo o que envolvem. Para as tartarugas porém, as águas- vivas são um prato delicioso. A pele extremamente grossa e a carapaça das tartarugas, às protegem da toxina das medusas. Só não sei explicar como  olhos e lábios não são atingidos!

ÁGUA VIVA COMO PRATO PRINCIPAL!

9 – Orca Vs Tubarão Branco

Essa é uma batalha de titãs. Apesar da voracidade e rapidez do grande tubarão branco, ele é impotente, perante o tamanho e a força da baleia assassina. Geralmente, esse dois predadores evitam o confronto, mas quando acontece de um tubarão branco se aproximar de uma orca com filhotes, ela não mostrará misericórdia e o tubarão conhecerá a morte.

DUELO DE TITÃS!

8 – Moréia Vs Polvo

Quando uma moréia morde algo é para matar. Escondida entre os corais, a moréia é mestra em armar emboscadas, aguardando com paciência a presa ideal. Se a vítima do ataque for um polvo, ele mostrará ser um adversário à altura. A primeira reação dele será envolver a cabeça da moréia com seus tentáculos, impedindo-a de respirar e algumas espécies como o polvo azul, podem usar um veneno para defenderem-se. Mesmo assim, dificilmente um polvo consegue sobreviver a um ataque da moréia e quando escapa, sai tão ferido que vira presa fácil dos predadores oportunistas.

MORÉIA VS POLVO

7 – Tubarão-Tigre Vs Tartaruga

A disputa entre um um feroz tubarão e uma inofensiva tartaruga, parece ter um final lógico. Mas apesar de toda a força e poder do tubarão, ele não consegue romper a poderosa carapaça das tartarugas. A vantagem do tubarão é que tartarugas precisam ir à tona para respirar, o que proporciona a oportunidade de um ataque por baixo, onde a proteção dos quelônios é menor.

POBRE TARTARUGA

6 – Tubarão-Cação Vs Polvo Gigante

O tubarão-cação é relativamente pequeno, com tamanho médio de 3 a 4 metros, mas possui grande velocidade e fileiras de dentes afiadíssimos. O polvo gigante por outro lado é o maior da sua espécie, alcançando os 5 metros de envergadura. Quando se encontram o polvo envolve a cabeça do tubarão com os tentáculos, impedindo-o de respirar e morder e por fim matando-o. É o famoso dia da caça!

O PREDADOR VIRA PRESA!

5 – Camarão-Boxeador Vs Caranguejo Ermitão

Não se deixe enganar pelo tamanho dos oponentes. Eles protagonizam uma verdadeira batalha no fundo do oceano. O caranguejo ermitão se refugia dentro de uma concha e tem duas garras poderosas. O camarão-boxeador ( Mantis, no original em inglês) é dono de uma arma incrível: ele consegue criar um deslocamento de ar, correspondente a um tiro de calibre 22, com isso ele quebra a concha do caranguejo ermitão, deixando-o à mercê de seu apetite.

PEQUENOS GUERREIROS!

4 – Golfinhos Vs Tubarão

Essa é uma briga muito rara. Os golfinhos usam seu sonar para manterem uma distância segura dos tubarões. Em grupo, golfinhos são capazes de afugentar um tubarão, mas sozinho, dificilmente um golfinho sai desse combate sem ferimentos graves. Como são as criaturas mais inteligentes dos oceanos ( alguns afirmam que de todo o planeta), os golfinhos preferem ficar bem longe de qualquer tubarão.

ENCONTRO POUCO PROVÁVEL.

3 – Lula-Gigante Vs Cachalote

Essa batalha é quase uma lenda. As cachalotes podem mergulhar até 9.000 pés de profundidade. Nessas profundezas encontram seu prato predileto: lulas-gigantes. O resultado desse confronto é uma batalha assustadora, com a cachalote muitas vezes ( mas não sempre), ganhando uma deliciosa refeição.

SERÁ VERDADE?

2 – Urso Polar Vs Morsa

A inclusão desse combate é questionável, já que os dois animais são considerados terrestres, mas como a morsa vive a maior parte do tempo no oceano, creio ser admissível falarmos dele. A morsa possui uma pele extremamente grossa e presas que chegam a alcançar 50 centímetros, fazendo dela um adversário formidável. O urso polar só ataca uma morsa, se estiver desesperado, ou se a morsa estiver machucada. Esse confronto é um dos raros na natureza entre dois oponentes em pé de igualdade. É rivalidade sangrenta, que pode ter consequências fatais para os  protagonistas.

RIVALIDADE SANGRENTA

1 – Orca Vs Baleia

Muitos imaginam que o único predador das baleias gigantes seja o homem. Mas, para os filhotes da baleia, apesar da proteção  de sua mãe de 30 toneladas, o mar continua sendo um lugar traiçoeiro. Se um grupo de orcas encontra uma baleia com seu filhote, iniciam uma perseguição cruel e angustiante, até o esgotamento de ambas. Quando conseguem separar mãe do filhote, impedem que este suba à superfície para respirar. Quando ele morre afogado, fazem o banquete. Esse ritual de caça, pode durar mais de duas horas.

CAÇADA IMPIEDOSA!

Gostou dessa postagem? Dê sua opinião. Comente!

Fontes:

Askmen.com

Wikipédia

National Geographic

Miracles off Nature

 

 

Compartilhe essa postagem nas suas redes sociais!