Os 10 melhores jogadores argentinos da história

Se há um país que revele tantos jogadores quanto o Brasil, certamente  é a Argentina. Dos gramados argentinos partem atletas para os principais clubes do mundo. No ano passado, o argentino Dário Conca foi eleito o melhor jogador do campeonato brasileiro e o atual n°1 do mundo também é de lá.
Portanto, é preciso deixar a rivalidade de lado e admitir que os nossos  maiores adversários sabem o que fazer com a bola nos pés.
Nesta postagem está a minha lista dos dez melhores jogadores argentinos da história. Leia e opine.




10° – Fillol





Ubaldo Fillol, conhecido como “El Pato”, é considerado o maior goleiro do futebol argentino. Em 1978, jogando em casa, foi campeão do mundo com a seleção argentina. No Brasil, defendeu o Flamengo, mas apesar de ter feito grandes partidas, não ganhou nenhum título.



9° – José Moreno


El charro


José Manuel Moreno Fernandez é colocado pelos especialistas como um dos gigantes do futebol argentino. “El Charro”, como era chamado, foi destaque da lendária equipe do River Plate da década de 1940. Campeão nacional em cinco países, não disputou nenhuma Copa do Mundo.



8° – Ardiles


Ardiles


Osvaldo Ardiles jogava com maestria no meio campo. Dono de um futebol clássico, era competente tanto na criação quanto na marcação. Fundamental na campanha argentina em 1978, disputou ainda a Copa de 1982.



7° – Crespo





Hernán Crespo é um goleador nato. Mortal dentro da grande área, Crespo é o segundo maior goleador da seleção argentina com 35 gols até agora. Crespo é também, o maior artilheiro da Lazio.



6° – Batistuta





Gabriel Omar Batistuta reunia todas as qualidades de um grande goleador: chutava forte com as duas pernas, cabeceava bem e sempre bem colocado, era extremamente oportunista. Estas qualidades fizeram dele o maior artilheiro da seleção argentina com 56 gols em 78 jogos.




5° – Kempes





Mario Kempes não rendeu tudo o que prometia no futebol, mas mesmo assim foi artilheiro da Copa de 1978, fazendo dois gols na final, o que convenhamos, não é pouca coisa. Kempes também disputou os Mundiais de 1974 e 1982, em ambos, teve uma participação apagada.



4° – Passarella



daniel_passarella

Daniel Passarella é um dos grandes zagueiros da história do futebol. Tinha uma impulsão incrível, o que lhe permitia fazer muitos gols de cabeça. Desarmava muito bem e fazia lançamentos precisos, além de ser excelente cobrador de faltas.
Campeão do Mundo em 1978 e 1986. Capitão na primeira conquista argentina, amargou a reserva na segunda, devido às desavenças com Maradona.



3° – Di Stéfano


 



Alfredo Di Stéfano é uma lenda do futebol. Não poucos o consideram o melhor jogador da história. Super campeão no Real Madrid, a “Flecha Loira” era um artilheiro implacável. Entre os títulos que conquistou estão cinco Copas dos Campeões da Europa. Apesar da genialidade, Di Stéfano não disputou nenhum Mundial, mesmo tendo vestido a camisa de três países: Argentina, Colômbia e Espanha.



2° – Messi





Lionel Messi, o atual melhor jogador do mundo, é  espetacular. Habilidoso, rápido e goleador, só lhe falta uma coisa: conduzir a seleção argentina na conquista de um Mundial.



1° – Maradona





Diego Armando Maradona, genial dentro de campo e polêmico fora dele. Esqueça o problema com as drogas, esqueça as declarações pouco inteligentes, esqueça até a insana veneração dos argentinos e concetre-se no jogador, certamente um dos cinco maiores da história do futebol.
Sozinho, ganhou a Copa do Mundo de 1986 e por pouco não repete a façanha em 1990. Apaixonado pelo seu país, sua maior alegria era defender as cores da Argentina. Mesmo com todos os problemas pessoais, Maradona, na minha opinião, só perde na arte de jogar futebol para dois jogadores: Pelé e Garrincha.

Maradona só não foi perfeito, porque nasceu na Argentina.

Receba novas postagens por email

Desenvolvido por FeedBurner