http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

10 gênios da bola que já jogaram no Barcelona

Quem torce para o Barcelona, nunca pode reclamar da ausência de craques no time. Cosmopolita desde a fundação, o clube catalão sempre teve em seu elenco, grandes nomes do futebol mundial. Verdadeiros gênios do futebol já defenderam as cores do Barcelona. Confira na postagem e deixe seu comentário, lembrando que a ordem da lista é  meramente cronológica.




10 – László Kubala





O futebol húngaro atual é inexpressivo, mas em meados do século vinte, o mundo presenciou uma invasão de craques magiares. Puskas, Kócsis e Kubala colocaram a Hungria no topo do futebol da época.
Quando o Barcelona completou cem anos, Lászlo Kubala foi eleito pelos torcedores como o melhor jogador a ter defendido o clube.



9 – Johan Cruijff



cruiff_barcelona

Depois de conduzir o Ajax, da Holanda, ao tri-campeonato da Liga dos Campeões da UEFA, o gênio holandês foi contratado pelo Barcelona na maior negociação do futebol até então. Na primeira temporada no time da Catalunha, Cruijff conduziu a equipe na conquista do campeonato espanhol, quebrando um jejum de quatorze anos. Os anos seguintes, entretanto, foram sem títulos. A redenção viria como técnico na década de 1990. Como treinador da equipe, Cruijff conquistaria quatro vezes o campeonato espanhol.



8 – Bernd Schuster



bernd schuster

O alemão Bernd Schuster é considerado um dos melhores jogadores da década de 1980. Líder dentro de campo, tinha uma apurada técnica e visão de jogo, aliadas à tradicional força do futebol alemão. Devido à sua personalidade difícil, Schuster teve pouca história na seleção alemã. Em 1984, com apenas 24 anos, pediu afastamento do selecionado germânico, após atritos com os principais jogadores da equipe. Ironicamente, foi jogado no ostracismo pelos alemães, mesmo sendo um dos melhores jogadores daquela época.



7 – Diego Maradona


Maradona chegou ao Barcelona como um messias. No argentino eram depositadas as esperanças para quebrar a carência de títulos.
Maradona porém, não atendeu plenamente às expectativas. Na primeira temporada contrai hepatite e fica três meses longe dos gramados. Na segunda, logo no começo, fratura o tornozelo esquerdo e passa mais três meses sem jogar. Naquela mesma temporada, protagoniza uma briga generalizada, na decisão da Copa do Rei, em razão disso, recebe como punição um afastamento de 90 dias. Com a relação desgastada com a diretoria é negociado para o Napoli, da Itália. Apesar de tudo, o argentino em muitos jogos, presenteou os torcedores do Barcelona com a mais fina arte de jogar futebol.



6 – Michael Laudrup





O dinamarquês Michael Laudrup chegou ao Barcelona em 1989 e nas temporadas seguintes, sob o comando de Cruijf, participou do renascimento da equipe catalã.
Considerado o melhor jogador da história da Dinamarca, Laudrup transferiu-se para o Real Madrid em 1994. A torcida do Barcelona, passou então a odiar o antigo ídolo.



5 – Hristo Stoichkov





Stoichkov é um desses gênios do futebol, que as vezes surgem em países com pouca expressão futebolística. Nascido na Bulgária, Stoichkov era um craque de extrema habilidade com a perna esquerda. Da canhota do búlgaro partiam lançamentos perfeitos para os atacantes. Conseguiu a proeza de levar a seleção do seu país às semifinais da Copa de 1994. No Barcelona, ao lado de Romário, formou uma das melhores duplas de ataque do futebol mundial.



4 – Romário




Romário, quando jogou no Barcelona, fazia de cada partida um espetáculo.
No time catalão, foi eleito o melhor jogador do mundo em 1994. A eficácia do baixinho dentro da grande área, fez com Cruijff o apelidasse de “gênio da grande área.”




3 - Ronaldo




Apesar de ter jogado apenas uma temporada no Barcelona, foi lá que o brasileiro ficou conhecido como o “fenômeno”, devido às arrancadas mortais em direção ao gol adversário. Em 49 partidas defendendo o Barcelona, Ronaldo balançou as redes 47 vezes.



2 - Ronaldinho Gaúcho





Ronaldinho foi outro craque brasileiro a jogar no Barcelona. No clube espanhol, ele viveu o auge da carreira, sendo duas vezes eleito o melhor jogador do mundo.




1 – Messi




O maior ídolo do Barcelona atualmente é o argentino Lionel Messi. Formado nas categorias de base do clube, Messi é hoje, o melhor jogador do mundo. De todos os craques dessa lista, é o único que foi formado no clube e tem tudo para ser o maior ídolo da história do Barcelona.



A lista  poderia se estender por muitos mais nomes ainda. Craques como Rivaldo, Lineker, Samuel E’Too, Evaristo de Macedo, fazem parte da grandiosa história do Barcelona, um clube que encanta todos os amantes do futebol.

Compartilhe essa postagem nas suas redes sociais!