Top 10: Jogos entre brasileiros na Libertadores

Os times brasileiros já protagonizaram batalhas épicas em competições internacionais, principalmente na Taça Libertadores da América. Foram partidas inesquecíveis que continuam vivas na memória de quem aprecia o bom futebol. Muitos desses confrontos envolveram rivais regionais, outros criaram rivalidades até então inexistentes. Finais foram decididas entre clubes brasileiros e quando o encontro se deu em fases eliminatórias, quase sempre o vencedor sagrou-se campeão do torneio. Confira os 10 confrontos mais emocionantes entre brasileiros na Taça Libertadores da América.



Libertadores

10 – São Paulo X  Atlético Paranaense ( 2005 )


A primeira final da Libertadores com dois clubes do mesmo país foi cercada de polêmica. O regulamento exigia para a final um estádio com capacidade para no mínimo 40 mil pessoas, requisito que a Arena da Baixada não atendia. O Furacão teve que mandar seu jogo no Beira Rio, na distante Porto Alegre. Conseguiu apenas o empate de 1 X 1. No Morumbi, sucumbiu ao tricolor, sendo goleado por 4 X O. Desde aquela final, as relações entre os dois clubes nunca mais foram amistosas.




9 – Santos X Botafogo ( 1963 )


Quem poderia derrotar o magnífico Santos de Pelé e Cia ? Talvez o único time no mundo capaz dessa proeza fosse o Botafogo, do genial Mané Garrincha. Em 1963, os dois timaços se encontraram nas semifinais da Libertadores. No primeiro jogo, Garrincha desequilibra e o Botafogo consegue arrancar um empate na casa do adversário. Na volta, em pleno Maracanã, o Santos dá um baile e vence por 4 X 0, não resta outra alternativa à torcida carioca, a não ser, aplaudir de pé o Rei e seus comandados.




8 – Flamengo X Atlético Mineiro ( 1981 )


Em 1981, Flamengo e Atlético Mineiro empataram duas vezes na primeira fase da Libertadores. Nos dois encontros o placar foi 2 X 2, empate que se repetiu na classificação, com 8 pontos para cada equipe. Era preciso a terceira partida para decidir quem seguiria adiante na competição. De comum acordo, os clubes resolveram jogar no Serra Dourada, em Goiás. O que se viu a seguir, foi uma das arbitragens mais polêmicas da história do futebol. O carioca José Roberto Wright expulsou quatro jogadores do Galo, além de todo o banco de reservas do clube mineiro. Os atleticanos então, se viram obrigados a simular contusões, forçando o árbitro a encerrar o jogo. O Flamengo foi declarado vencedor e naquele ano, sagrou-se campeão do torneio.





7 – Fluminense X São Paulo ( 2008 )


Em 2008, Fluminense e São Paulo se encontraram nas quartas de final da Libertadores. O São Paulo, embalado pela reabilitação de Adriano, venceu a primeira partida no Morumbi por  1 X 0. No Rio de Janeiro, o Fluminense vencia por 2 X 1, mas precisava de mais um gol para se classificar. Aos 45 minutos do segundo tempo, Washington cabeceia no ângulo e leva o tricolor carioca adiante.





6 – São Paulo X Flamengo ( 1993 )


Em 1993, a maior ambição do São Paulo era o bicampeonato da Libertadores, igualando assim, o feito do poderoso Santos nos anos 60. No meio do caminho havia o excelente e aguerrido Flamengo, regido pelo velho e magistral Júnior. O empate de 1 X 1 no Maracanã e a vitória tricolor de 2 X 0 no Morumbi, conduziram o São Paulo ao bicampeonato das Américas.




5 – Palmeiras e Corinthians ( 1999 )


Palmeiras e Corinthians buscavam conquistar a Libertadores pela primeira vez. O confronto entre os arquirrivais se deu pelas quartas de final. Nas duas partidas realizadas no Morumbi, o placar foi 2 X 0. Vitória palmeirense na primeira e corintiana na segunda, levando a decisão para os pênaltis. O Palmeiras de Felipe Scolari sai vitorioso e segue adiante, ganhando naquele ano, o inédito título da Libertadores.





4 – Grêmio X Palmeiras ( 1995 )


Em 1995, o Palmeiras tinha um verdadeiro rolo compressor que simplesmente aniquilava os adversários. A conquista da Libertadores parecia certa. O melhor adversário a ser batido era o Grêmio. Na primeira partida pelas quartas de final, o Palmeiras se preocupou mais com a arbitragem do que com o adversário e tomou uma surra no Olímpico por 5 X 0. Impossível reverter, certo? Não é que na partida de volta o milagre quase acontece? O Palmeiras devolve os 5 gols, mas graças a um gol do artilheiro Jardel, o Grêmio se classifica e segue firme, tornando-se bicampeão do torneio.



3 – Cruzeiro X Internacional ( 1976 )


Em 1976, Cruzeiro e Internacional fizeram uma partida memorável na Libertadores, dessas que atravessam as gerações sendo comentadas e reprisadas. O placar já diz tudo: 5 X 4 para os mineiros.
Esse jogo colocou frente à frente, dois dos melhores times que o Brasil já teve, o Cruzeiro de Nelinho, Piazza, Jairzinho e Palhinha contra o colorado de Figueiroa, Falcão e Manga. Em 1976, o Cruzeiro se tornou o segundo clube brasileiro a vencer a Libertadores, façanha que até então, só o Santos de Pelé havia alcançado.




2 – Palmeiras X Corinthians ( 2000 )


Novamente Palmeiras e Corinthians de enfrentaram na Libertadores, dessa vez nas semifinais. O confronto é tido por muitos como o maior entre os dois. Na primeira partida, o Timão venceu por 4 X 3 e no segundo vitória do Verdão por  3 X 2. A classificação foi decidida nos pênaltis. Marcos mais uma vez, despachava o Corinthians da Libertadores.
Na final, o alviverde do Parque Antártica deixou escapar o título para o Boca Juniors.




1 – Internacional X São Paulo ( 2006 )


Mais uma final brasileira na Libertadores. O São Paulo querendo o quarto título e o Internacional buscando a primeira conquista.
No jogo de ida, na capital paulista, o colorado gaúcho surpreende e vence por 2 X 1. Na volta em Porto Alegre, empate de 2 X 2 e o Internacional comemorava o título inédito.


Top 10: Jogos entre brasileiros na Libertadores Top 10: Jogos entre brasileiros na Libertadores Reviewed by Bento Santiago on setembro 17, 2011 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.