http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

Os quatro jogos com neve que foram realizados no Brasil

Para quem acompanha o futebol europeu, jogos com neve não são novidade, mas você sabia que no Brasil também já foram realizadas partidas sob a neve? Foram quatro, duas no Rio Grande do Sul e duas em Santa Catarina.
A mais conhecida delas, o famoso jogo da neve, ocorreu em 30 de maio de 1979. Na cidade gaúcha de Bento Gonçalves, o Esportivo, jogando em casa, enfrentava o Grêmio em partida válida pelo segundo turno do Campeonato Gaúcho.
f
Bento Gonçalves, segundo o jornal Correio do Povo, convivia com uma intensa massa de ar polar e com um “clássico cenário para neve com uma alta pressão continental e um sistema de baixa pressão na costa”. Resumindo: no rigor do inverno gaúcho, ninguém foi pego de surpresa com a neve que caiu sobre a cidade. Ainda assim, 3.988  corajosas almas se dispuseram a assistir o jogo, que terminou empatado sem gols.

Jogo da neve
No dia seguinte, o jornal Zero Hora estampava como manchete em sua contracapa: "Grêmio perde ponto na neve".  A reportagem da página 44 do jornal descrevia:

"A temperatura em Bento Gonçalves era de zero grau quando a partida começou ontem no Estádio da Montanha. (...) Já nevava aos nove minutos quando Raquete recebeu cartão amarelo por jogada violenta contra Tarciso. (...) O primeiro tempo terminou com muita neve. Alguns jogadores tinham a cabeça branca e outros ainda sentiam frio, apesar dos 45 minutos de movimentação. A visibilidade piorava e Carlos Martins admitia até mesmo a hipótese de ter que suspender o jogo antes do final".
Outro depoimento sobre o jogo é do jornalista Ilgo Wink, então correspondente do jornal Folha da Tarde na partida: “os jogadores corriam muito mais para se aquecer do que para jogar bola”.O Jésum, um ponta habilidoso e rápido, passou perto de mim. Seu enorme bigode estava branco. Mais adiante, o carioca Paulo César Caju com sua cabeleira coberta de neve. Na área, o Baltazar pedia a bola, braços erguidos. Parecia que haviam congelado no ar”, conta ainda o jornalista.

Naquela mesma noite, 30 de maio de 1979, Internacional e Avaí jogaram em Lages debaixo de uma nevasca inesquecível e enfrentando um frio de 2 graus negativos. “Os vendedores dos tradicionais pastéis e iguarias de amendoim, naquela noite, vendiam conhaque!” conta o Maurício Neves. Durante o intervalo, nevou muito forte, e quando os times voltaram para o segundo tempo o campo estava absolutamente branco.
Na noite anterior, Chapecoense e Criciúma já haviam jogado sob a neve em Chapecó, Santa Catarina, em partida testemunhada por apenas 177 torcedores, fato noticiado no Jornal Folha da Manhã, do dia 1° de junho de 1979.
jogo_neve1
jogo_neve

Como dá pra deduzir, o inverno de 1979 foi bastante rigoroso, mas quatro anos antes, já havia sido disputada uma partida na neve no Brasil. Foi no ano de 1975, no dia 17 de julho, no jogo entre Juventude e Internacional de Santa Maria, em Caxias do Sul, que quase foi transferido devido ao frio e à neve. A neve não parou de cair um minuto sequer no decorrer da partida e foi dos jogadores a decisão de disputar o jogo. A todo momento os atletas escorregavam por conta da neve que se acumulava no gramado.
jogo na neve jaconi -1975
A partida foi vencida por 2 a 0 pelo time caxiense, mas os jornais da época descreveram que os menos de mil torcedores presentes no Alfredo Jaconi "se divertiam muito mais com os tombos dos jogadores e com as guerrinhas de bolas de neve que eram jogadas contra os brigadianos encarregados do policiamento", nos conta Alexandre Amaral, do Metsul.

neve

Fontes usadas para essa postagem: