http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

10 colossais computadores antigos que mudaram a história

Os computadores tem percorrido um longo caminho desde os seus primeiros dias -quando as máquinas ocupavam um edifício de quatro andares e pesavam até 250 toneladas. Já em 1930, inventores, engenheiros e físicos descobriram  maneiras de usar máquinas para realizar cálculos e processos complexos, empregando métodos pioneiros para atingir seus objetivos. Embora algumas dessas técnicas e dispositivos estejam obsoletas, muitas daquelas tecnologias  ainda estão em uso atualmente. Os 10 computadores antigos relatados nesta postagem, são uma prova do potencial sedutor da computação e da engenhosidade dos cientistas pioneiros no setor, bem como uma demonstração visual de quão longe nós avançamos.

10. Universal Automatic Computer (UNIVAC) - 1951

univac
O primeiro computador UNIVAC foi projetado e desenvolvido pelo Dr. John Mauchly e J. Presper Eckert - que também inventaram o Electronic Numerical Integrator And Computer (ENIAC) - entre 1946 e 1951. Até este ponto, a maioria dos sistemas de computadores eram únicos e não se replicavam. Mas não o UNIVAC. Ele foi o primeiro computador funcional produzido em série na história e abriu a porta para o mercado do setor.

Apesar de apenas 46  UNIVAC da primeira geração terem sido fabricados, a máquina causou admiração em 1952, quando, em rede nacional,  previu corretamente o resultado da eleição presidencial entre os candidatos  Eisenhower e Stevenson. Baseado em uma pequena fração dos primeiros votos, o UNIVAC calculou que as probabilidades eram a favor de Eisenhower e sua esmagadora vitória colocou o computador em evidência aos olhos do público americano. As pessoas começaram a perceber o quão significativas  contribuições os computadores poderiam fazer.

9. IBM 305 Random Access Method of Accounting and Control (RAMAC) – 1956

RAMAC-EngProtoType-
Introduzido em 1956, o 305 RAMAC da IBM foi o primeiro computador de uso geral que facilitou o "acesso aleatório" de dados em tempo real. O inventor Reynold B. Johnson e sua equipe de engenheiros  aprimoravam a tecnologia desde 1952. O RAMAC 305 foi o primeiro computador comercial com o recurso de armazenamento em disco magnético, e levava apenas cerca de 600 milissegundos para executar o comando "buscar".

A unidade de memória de disco magnético do sistema era composta por 50 discos com 50 mil setores, e os discos podiam girar a 1.200 rotações por minuto. As empresas agora eram capazes de armazenar e acessar informações de todas as suas operações. Graças ao RAMAC 305, o processamento de dados deu um salto revolucionário, mudando a história para sempre.

8. Atlas Computer – 1962

atlas_computter
Em 7 de dezembro de 1962, a Universidade de Manchester ligava o primeiro modelo de seu computador Atlas  - e de acordo com os historiadores, bastou ligar a máquina para a capacidade de computação científica de todo o Reino Unido aumentar em 100 por cento. O Atlas podia lidar com cerca de um milhão de comandos por segundo.

Quando entrou em funcionamento, o Atlas foi descrito como  computador mais poderoso do mundo. No entanto, a fim de alcançar esta alta potência, várias novas tecnologias tiveram que ser integradas, incluindo multiprogramação, intercalada de armazenamento e a memória virtual. Muitas das tecnologias e conceitos de software desenvolvidos com o Atlas ainda são usados ​​em computadores e outros dispositivos tecnológicos de hoje. O Atlas era monumental - e não apenas em termos de escala física, mas também a partir de uma perspectiva histórica.

7. Differential Analyzer – 1931

102618648-03-01
De 1928 a 1931, o engenheiro e inventor americano Vannevar Bush desenvolveu o Analisador Diferencial  no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Ele contou com a ajuda de estudantes de graduação, mais notavelmente Harold Locke Hazen. O Analisador Diferencial era um dispositivo eletromagnético analógico ou nas palavras do museu MIT: "cálculo mecanizado." Ele forneceu soluções para cálculos complexos e foi usado largamente durante a Segunda Guerra Mundial.

Esta máquina gigante foi utilizada para resolver os problemas do Laboratório de Radiação do MIT. O laboratório realizava um trabalho sobre radares de micro-ondas da Segunda Guerra Mundial  e também sobre o sistema de navegação de rádio conhecido como Long Range Navigation (LORAN).

6. Atanasoff-Berry Computer (ABC) – 1942

berry_abc_lg
Exaustivamente testado em 1942, o Atanasoff-Berry Computer, também conhecido como o ABC, foi o primeiro computador digital eletrônico do mundo. A máquina foi idealizada em 1937 pelos estudantes  John Atanasoff e Clifford Berry, eles trabalharam no projeto  na Iowa State University, entre 1939 e 1942. Embora fisicamente menores do que a maioria dos gigantes históricos nesta lista, ele apresentava várias características inovadoras, incluindo o uso de capacitores  dinâmicos para armazenar memória (semelhante ao RAM).

A máquina também podia realizar 30 operações diferentes ao mesmo tempo e resolver equações algébricas lineares com até 29 variáveis ​, um grande passo para a época. O ABC se tornou um predecessor importante para o ENIAC, que foi introduzido em 1946.

5. Whirlwind I – 1951

SAGE_Computer_Whirlwind
Construído entre 1948 e 1951, o sistema de computador Whirlwind I foi desenvolvido pelo Laboratório de Servomecanismos do MIT, como parte de um programa de treinamento da Marinha dos EUA. A intenção era criar um computador  muito mais rápido do que os seus contemporâneos e capaz de funcionar com uma série constante de mudança de comandos para criar simulações de voo complicadas. Isto levou ao desenvolvimento do bit-parallel mode, que  ainda está em uso hoje em dia, e provou  que o controle de dados em tempo real era possível. O uso de monitores de vídeo para a visualização  de dados, foi outro passo revolucionário do Whirlwind I.

Mais tarde, o Whirlwind II foi usado no SAGE - programa de defesa aérea da Força Aérea dos EUA. A tecnologia que veio com a criação do Whirlwind I também foi usada em muitos computadores na década de 1960.

4. Colossus Computer – 1943

Colossus
O Colossus foi o primeiro computador digital eletrônico programável na Terra. Em 1943, a versão original da máquina foi construída em Londres por uma equipe de engenheiros britânicos que trabalhavam sob a chefia do Dr. Tommy Flowers. Computadores Colossus foram usados ​​especificamente por decifradores aliados durante a Segunda Guerra Mundial, razão pela qual a máquina foi mantida em segredo durante anos - mesmo após o término da guerra.

No entanto, as pessoas que trabalharam no Colossus tiveram um enorme impacto na computação. Alan Turing, Max Newman e I.J Good, todos com participação no Colossus, usaram seus conhecimentos em outros sistemas de computador e foram responsáveis por desenvolvimentos significativos de software após o primeiro Colossus ter sido desmantelado.

3. Electronic Numerical Integrator and Computer (ENIAC) – 1946

Eniac
O ENIAC se destaca como um dos computadores mais influentes da história. O físico John Mauchly e o engenheiro elétrico J. Presper Eckert - a dupla por trás do UNIVAC – trabalharam com uma equipe da University of Pennsylvania’s Moore School of Electrical Engineering para desenvolvê-lo. O computador foi apresentado em 1946 e foi elogiado pela mídia como um "cérebro gigante".

A máquina foi desenvolvida para trabalhar com cálculos balísticos, ela podia calcular a trajetória de disparo em meio minuto – enquanto que o analisador diferencial de Bush ( n°7 ) levava um quarto de hora para realizar a mesma operação. Além do mais, pesando mais de 30 toneladas e ocupando mais de 600 metros quadrados de espaço, o ENIAC foi definitivamente e literalmente colossal.

2. Z1 – 1938

Zuse_Z1
Demorou  alguns anos para Konrad Zuse projetar e construir o computador Z1 no apartamento de seus pais, em Berlim. Ele começou a desenhar a máquina em 1935 e concluiu a sua construção em 1938. Embora  o Z1 tenha sido o primeiro de vários modelos, ele levou a vários desenvolvimentos importantes.

A cada novo modelo, Zuse  implementava melhorias e em 1941, ele apresentou o Z3, um computador totalmente funcional que tinha uma  memória que armazenava 64 números de 22 bits. Seus cálculos eram realizados em aritmética binária de ponto flutuante e já calculava raízes quadradas e realizava uma multiplicação em cerca de 5 segundos. Era programável e continha quase todos os elementos básicos dos computadores posteriores. Na sequência do Z3, Zuse vendeu cerca de 300 de suas máquinas Z4.

1. IBM AN/FSQ-7 – 1958

sage
O AN/FSQ-7 da IBM é o maior computador já construído e deverá permanecer com esse título. O enorme sistema  utilizava dois computadores Whirlwind de segunda geração e pesava incríveis 250 toneladas. Em 1955, um protótipo do AN/FSQ-7 foi instalado no US Air Force’s Semi-Automatic Ground Environment (SAGE) em Lexington, Massachusetts. Cada AN/FSQ-7 era composto de 24 máquinas e precisava de 100 pessoas para operar.

Durante a Guerra Fria, o sistema foi utilizado para rastrear bombardeiros inimigos e prever pontos de interceptação. Seu algoritmo era capaz de lançar um míssil Bomarc e guiá-lo até o alvo desejado. O AN/FSQ-7 foi o início dos sistemas de controle de tráfego aéreo, e de forma significativa,  contou com o primeiro tubo de raios catódicos em tempo real (CRT) como interface. Se isso não bastasse, ele usou a primeira rede de comunicação por modem de área ampla.