A Segunda Guerra Mundial em Fotos: Antes da Guerra

Os anos que antecederam a declaração de guerra entre o Eixo e os Aliados, em 1939, foram tempos tumultuosos. A Grande Depressão começara uma década antes, deixando grande parte do mundo desempregado e desesperado. O nacionalismo varria a Alemanha, humilhada com as medidas punitivas do Tratado de Versalhes impostas pelos vencedores da Primeira Guerra Mundial. A China e o Império do Japão estavam em guerra desde que as tropas japonesas invadiram a Manchúria, em 1931. Alemanha, Itália e Japão testavam a recém-fundada Liga das Nações com várias invasões e ocupações de países vizinhos, sentido-se encorajados com a indiferença das potências da época.

A Guerra Civil Espanhola começara em 1936, tornando-se uma espécie de ensaio para a próxima Guerra Mundial - Alemanha e Itália apoiaram os rebeldes nacionalistas liderados pelo general Francisco Franco, e cerca de 40.000 estrangeiros viajaram para a Espanha para lutar ao lado das forças legalistas, no que eles viam como o guerra mais ampla contra o fascismo. Nos últimos anos pré-guerra, a Alemanha nazista abria o caminho para o conflito: rearmamento, a assinatura de um tratado de não-agressão com a URSS, a anexação da Áustria e a invasão da Checoslováquia.

Enquanto isso, os Estados Unidos aprovavam vários Atos de Neutralidade, tentando evitar envolvimentos em assuntos estrangeiros, uma vez que cambaleavam diante da Depressão e dos anos do Dust Bowl. Abaixo está apenas um vislumbre de alguns desses eventos que antecederam a Segunda Guerra Mundial.


Adolf Hitler, aos 35 anos de idade, em sua libertação da prisão Landesberg, em 20 de dezembro de 1924. Hitler havia sido condenado por traição por seu papel em uma tentativa de golpe em 1923 chamado Putsch da Cervejaria. Esta fotografia foi tirada pouco depois dele ter terminado de ditar "Mein Kampf" ao deputado Rudolf Hess. Oito anos mais tarde, Hitler seria empossado  Chanceler da Alemanha, em 1933.

Um soldado japonês fica de guarda sobre a Grande Muralha da China, capturada em 1937, durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa. O Império do Japão e a China estavam em guerra intermitente desde 1931, mas o conflito se intensificou em 1937.

Aviões japoneses realizam um ataque a  alvos na China em 1937.

Soldados japoneses envolvidos em combates em Xangai, na China, em 1937. A batalha de Xangai durou de agosto a novembro de 1937 e envolveu cerca de um milhão de soldados. No final, Xangai caiu para o japoneses, depois de mais de 150 mil vítimas entre militares e civis.


Primeiras fotos da ocupação japonesa de Pequim, na China, em 13 de agosto de 1937. Sob a bandeira do sol nascente, as tropas japonesas são mostradas marchando na cidade chinesa através do portão principal que leva a frente dos palácios da Cidade Proibida. A poucos passos de distância se encontra a embaixada americana, onde os residentes americanos de Pequim reuniram-se quando as hostilidades sino-japonesas estavam em seu pior momento.


Japoneses executam com baionetas os soldados chineses capturados; nas bordas da vala comum, soldados japoneses acompanham o cruel espetáculo.


O general chinês Chiang Kai-shek ( direita ), com a General Lung Yun, presidente do governo da província Yunnan, em Nanquim, em 27 de junho de 1936.


Em 05 de fevereiro de 1938, uma mulher chinesa observa os cadáveres de seus parentes, mortos durante a ocupação japonesa de Nanquim, vítimas de atrocidades nas mãos de soldados japoneses.


Sacerdotes budistas do Templo Sensō-ji treinam para a Segunda Guerra Sino-Japonesa, eles usam máscaras de gás durante o treinamento preparando-se para os vindouros ataques aéreos em Tóquio, Japão, em 30 de maio de 1936. 


O líder fascista italiano Benito Mussolini, centro, com as mãos nos quadris, com os membros do Partido Fascista, em Roma, Itália, em 28 de outubro de 1922, após a  marcha sobre Roma. Esta marcha foi um ato de intimidação, onde milhares de camisas negras fascistas ocuparam posições estratégicas em grande parte da Itália. Após o episódio, o rei Vítor Emanuel III pediu que Mussolini formasse um novo governo, abrindo caminho para a ditadura.


Soldados italianos  na Etiópia em 1935, durante a Segunda Guerra Ítalo-Abissínia. As forças italianas sob Mussolini invadiram e anexaram a Etiópia, transformando-a em uma colônia chamada África Oriental Italiana, juntamente com a Eritréia.


Tropas italianas hasteiam a bandeira italiana em Macalle, Etiópia, em 1935. Os apelos de ajuda do imperador Hailê Selassiê à Liga das Nações não tiveram resposta e a Itália ficou  livre para fazer o que lhe agradava na África Oriental.  


Na Espanha,  soldados legalistas  ensinam as mulheres a usar armas, elas  ajudariam a defender a cidade de Barcelona contra as tropas rebeldes fascistas do general Francisco Franco durante a Guerra Civil Espanhola, em 2 de junho de 1937. 


Três centenas de rebeldes fascistas foram mortos nesta explosão em Madrid, Espanha, ocorrida  no  prédio da  Casa Blanca, em 19 de março de 1938. Apoiadores do  governo legal cavaram um túnel de 600 metros ao longo de seis meses para plantar as bombas  que causaram a explosão.


Um combatente rebelde joga uma granada de mão sobre uma cerca de arame farpado  em soldados legalistas  em Burgos, Espanha, em 12 de setembro de 1936.


Bombardeiros alemães Stuka, parte da Legião Condor, em voo nos céus da Espanha em 30 de maio de 1939, durante a Guerra Civil Espanhola. O  "X" na cauda e asas é a Cruz de Santo André, a insígnia da Força Aérea Nacionalista de Franco. A Legião Condor era composta por voluntários do Exército Alemão  e da Força Aérea Alemã -  a  Luftwaffe.


Dezenas de famílias buscam  refúgio  no subterrâneo, em uma plataforma do metrô de Madrid, em 9 de dezembro de 1936, a cidade acima está sendo bombardeada pelos aviões rebeldes de Franco.


Bombardeio aéreo de Barcelona em 1938 pela Força Aérea Nacionalista de Franco. A Guerra Civil Espanhola viu alguns dos primeiros exemplos do uso extensivo de bombardeamento aéreo de alvos civis, e também o desenvolvimento de novas técnicas de bombardeio, cujo objetivo era espalhar o terror na população.


Após um ataque aéreo em Madrid de 16 aviões rebeldes de Tetuan, Marrocos espanhol, parentes dos desaparecidos apelam por notícias de seus entes queridos, 8 de janeiro de 1937. Os rostos destas mulheres refletem os horrores que os civis sofreram na luta civil espanhola.


Um rebelde espanhol que se rendera é levado a uma corte marcial sumária, com voluntários da frente popular e guardas civis a zombá-lo, 27 de julho de 1936, em Madrid, Espanha.


Dois jovens fascistas com uma metralhadora, apoiados por atiradores experientes com rifles, mantem  posição ao longo da frente Huesca, região acidentada no norte da Espanha, em 30 de dezembro de 1936.


Prometendo solenemente à nação o seu melhor esforço para manter o país neutro, o presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt   se dirige à nação pelo rádio a partir da Casa Branca, em Washington, no dia 03 de setembro de 1939. Nos anos que antecederam a guerra, o Congresso dos EUA aprovou vários Atos de Neutralidade, comprometendo-se a permanecer (oficialmente) fora do conflito.


Riette Kahn  ao volante de uma ambulância doada pela indústria do cinema americano para o governo espanhol, em Los Angeles, Califórnia, em 18 de setembro de 1937. A Hollywood Caravan To Spain percorreu os EUA arrecadando fundos para "ajudar os defensores da democracia espanhola" na Guerra Civil Espanhola. 


Dois nazistas americanos  na porta de seu escritório em Nova York, em 1 de Abril de 1932, a sigla "NSDAP" significa: Nationalsozialistische Deutsche Arbeiterpartei, ou, em português: Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores, normalmente abreviado para apenas "Partido Nazista".


O rancho prestes a ser engolido por uma gigantesca nuvem de poeira se localizava em Boise City, Oklahoma, onde o solo permaneceu seco e estéril durante os anos do Dust Bowl, no centro da América do Norte. Seca severa, técnicas agrícolas incorretas e tempestades devastadoras tornaram milhões de hectares de terras agrícolas inúteis. Esta foto foi tirada em 15 de abril de 1935.


Florence Thompson com três de seus filhos em uma fotografia conhecida como "Mãe Emigrante". Esta famosa imagem faz parte de uma série de fotografias que a fotógrafa Dorothea Lange fez de Florence Thompson e seus filhos, no início de 1936 em Nipomo, Califórnia.


O zepelim Hindenburg flutua passando pelo Empire State Building, Manhattan, em 8 de agosto de 1936. O dirigível alemão estava a caminho de Lakehurst, New Jersey, vindo da Alemanha. O Hindenburg viria a explodir em uma bola de fogo espetacular acima de Lakehurst em 6 de maio de 1937. 


A Inglaterra temia ter que passar por um ataque de gás, então preparava a população com zelo redobrado,  em 16 de março de 1938, 2.000 voluntários em Birmingham vestiram máscaras de gás e passaram por um treinamento minucioso. Estes três bombeiros estavam totalmente equipados, de botas de borracha à máscaras,  prontos para o simulado ataque com gás.


Adolf Hitler, da Alemanha e Benito Mussolini, da Itália, cumprimentam-se  no aeroporto de Veneza, Itália, em 14 de junho de 1934.


Quatro  nazistas cantam na frente da filial de Berlim da loja Woolworth Co., durante o movimento para boicotar a presença judaica na Alemanha, em março de 1933. Os hitleristas acreditavam que o fundador da Woolworth Co. fosse israelita.


O estande nazista em uma exposição de rádio que começou em Berlim em 19 de agosto de 1932.  


Milhares de jovens se reuniram para ouvir  as palavras de seu líder, Adolf Hitler, quando ele discursou na convenção do Partido Nacional-Socialista em Nuremberg, Alemanha, em 11 de setembro de 1935.


Adolf Hitler é saudado em passeata pelas ruas de Munique, Alemanha, em 9 de novembro de 1933, durante a celebração do 10 º aniversário do movimento nacional-socialista.


A  Juventude Hitlerista honra um soldado desconhecido, formando a suástica, em 27 de agosto de 1933, na Alemanha.


O exército alemão demonstrou sua força diante de mais de um milhão de pessoas de todo o país durante o festival da colheita em Bückeburg, perto de Hanover, na Alemanha, em 4 de outubro de 1935. Aqui estão dezenas de tanques alinhados antes do festival começar. Desafiando as disposições do Tratado de Versalhes, a Alemanha começou a rearmar-se a um ritmo alucinante logo após Hitler chegar ao poder em 1933.


Milhares de alemães participam do grande Encontro Nacional Socialista em Berlim, Alemanha, em 9 de Julho de 1932.


Um grupo de meninas alemãs perfiladas para aprender cultura musical sob os auspícios do Movimento da Juventude Nazista, em Berlim, Alemanha, em 24 de fevereiro de 1936


Hitler discursa na convenção do partido nazista, em Nuremberg, Alemanha, em 10 de setembro de 1935.


O americano Jesse Owens, no alto do pódio, na entrega da sua medalha de ouro no salto em distância, em 11 de agosto de 1936, depois de derrotar o atleta  alemão Lutz Long, à direita, nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, em Berlim. Naoto Tajima do Japão, à esquerda, ficou em terceiro. Owens triunfou no atletismo em Berlim com quatro medalhas de ouro: nos 100 metros e 200 metros rasos, salto em distância e no revezamento de 400 metros. Ele foi o primeiro atleta a ganhar quatro medalhas de ouro em uma única Olimpíada.


O primeiro-ministro britânico Sir Neville Chamberlain, em seu retorno  das conversas com Hitler na Alemanha, no aeródromo de Heston, em Londres, Inglaterra, 24 de Setembro de 1938. Chamberlain trouxe com ele os termos do plano que  mais tarde veio a ser chamado Acordo de Munique, que, em um ato de apaziguamento, permitiu que a Alemanha anexasse os Sudetos da Checoslováquia.


Membros da Juventude Nazista participam na queima de livros, ( Büecherverbrennung ), em Salzburgo, na Áustria, em 30 de abril de 1938. A queima pública de livros  condenados como pouco-alemães ou judeu-marxistas, era uma atividade comum na Alemanha nazista.  


A ginástica em massa era a principal atração do "Dia da Comunidade", em Nuremberg, Alemanha, em 08 setembro de 1938,  Adolf Hitler assistiu às atividades no campo Zeppelin. 


Janelas de lojas pertencentes a judeus  foram quebradas durante uma manifestação anti-judaica coordenada em Berlim, conhecida como Kristallnacht, em português: A Noite dos Cristais, em 10 de novembro de 1938. As autoridades nazistas fecharam os olhos quando os soldados da Sturmabteilung ( Destacamento Tempestade ) e civis nazistas  enfurecidos destruíram vitrines à marteladas, deixando as ruas cobertas de vidro. Noventa e um judeus foram mortos e 30.000 homens judeus foram levados para campos de concentração.


Vista de um dos grandes salões das fábricas de armamentos Rheinmetall-Borsig em Duesseldorf, na Alemanha, em 13 de agosto de 1939, onde canhões são o produto principal. Antes de Hitler chegar ao poder, a produção de armamentos na Alemanha podia ser medida em centenas de peças por ano. Com a ascensão do ditador, logo subiu para  dezenas de milhares. Somente em 1944, mais de 25.000 aviões de combate foram fabricados.


A recém-anexada Áustria aguardava a chegada de Adolf Hitler. Cidades foram decoradas e  nomes de ruas foram alterados. Um operário de Viena carrega a nova placa de identificação para uma praça da cidade, renomeando-a "Praça Adolf Hitler " em 14 de março de 1938.

A história da Segunda Guerra em Fotos,  será uma série  de 20 postagens com mais de 800 fotografias distribuídas em  temas seguindo a cronologia do conflito. Se você gosta de história, em particular da história da Segunda Guerra Mundial, aconselho  que assine a nossa Newsletter para  não perder nenhum episódio. O próximo terá como tema: A Invasão da Polônia e a Guerra de Inverno. Não perca!
A Segunda Guerra Mundial em Fotos: Antes da Guerra A Segunda Guerra Mundial em Fotos: Antes da Guerra Reviewed by Bento Santiago on maio 04, 2013 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.