http://kid-bentinho.blogspot.com.br/

Seis icônicas fotografias de guerra de 2013

Guerra. Essa é a palavra que rege o mundo. Guerreamos por riquezas, guerreamos por ideologias, guerreamos por ódio, guerreamos pela pátria. O ano de 2013 não foi diferente. Ao redor do mundo, milhares de conflitos ceifaram milhões de vidas, levando o desespero, o sofrimento e a morte aos quatro cantos da Terra. Tudo fotografado. Tudo registrado com todas as cores, com todas as cenas que a violência pode produzir.


Soldado_Caveira

Um soldado da legião estrangeira francesa usando uma máscara de esqueleto, pousa ao lado de um veículo blindado em uma rua de Niono, Mali, em 20 de janeiro de 2013. Jean-Yves Le Drian, ministro francês da defesa,  afirmou que o objetivo da ação militar da França no Mali era retomar o controle de todo o país das mãos de militantes islâmicos que haviam tomado o norte da nação africana. (Issouf Sanogo / AFP / Getty Images)


Leslie

Lesleigh Coyer, 25 anos, de Saginaw, Michigan, deita-se na frente do túmulo de seu irmão, Ryan Coyer, que servira no Iraque e no Afeganistão. A fotografia foi tirada  no cemitério Arlington National, na Virgínia, em 11 de março de 2013. Ryan morreu de complicações decorrentes de um ferimento sofrido no Afeganistão. (Reuters / Kevin Lamarque)


Soldado_sírio

Um membro do Exército Livre da Síria se senta em um sofá no meio de uma rua coberta de escombros em Deir al-Zor, na Síria, em 2 de abril de 2013. (Reuters / Khalil Ashawi)


s_y04_01747659

Um combatente da oposição síria descansa em um acampamento rebelde na zona rural da província Idlib, em 17 de setembro de 2013. (AP Photo / Narciso Contreras)


s_y07_RTX13MQD
Um membro da "Brigada Ansar Dimachk",  parte do Brigada Asood Allah que opera sob o Exército Sírio Livre, usa um iPad durante os preparativos para disparar um morteiro caseiro em uma das frentes de batalha em Joubar, um subúrbio de Damasco, na Síria, em 15 setembro de 2013. (Reuters / Mohamed Abdullah)


s_y27_23855911

O presidente Barack Obama coloca a Medalha de Honra no ex-capitão do Exército William D. Swenson de Seattle, Washington, durante uma cerimônia no Salão Leste da Casa Branca, em Washington, DC, em 15 de outubro de 2013. Swenson foi premiado com a Medalha de Honra por suas ações em uma longa batalha contra insurgentes talibãs no vale Ganjgal, perto da fronteira com o Paquistão, em 8 de setembro de 2009, que causou a morte de cinco americanos, 10 soldados do exército afegão e um intérprete. Os homens continuam a ser honrados por tirarem vidas. (AP Photo / Pablo Martinez Monsivais)